SEJA BEM VINDO! 11 de dezembro de 2017 LITURGIA DIÁRIA SIGA-NOS

Missa celebra 60 anos de ordenação do Pe. Francisco

Publicado em 05/01/2017       Nenhum comentário

15697964_1134984889932464_4498165184032468935_n

Um clima de saudade e alegria preencheu nossa matriz de São Sebastião com a emocionante missa que celebrou o aniversário de 60 anos da ordenação presbiteral do Pe. Francisco de Paiva Garcia. A celebração foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Luiz Gonzaga Fechio, e concelebrada pelo Monsenhor Pedro Pastana, pelo pároco Pe. Carlos Panassolo e pelo vigário paroquial Pe. Flávio Ferreira, além da presença do seminarista Rafael Giron e de diversos familiares do Pe. Francisco, entre eles a irmã Nelly Garcia, que conviveu em nossa comunidade tantos anos junto ao irmão.

“Creio que a nossa comunidade tem muitos motivos para celebrar, como fizemos no transcorrer deste ano, mas um dos mais importantes é justamente celebrar o vigor do Pe. Francisco. Em quantas coisas esta paróquia se modernizou, não apenas no templo – que muitos diziam que ele era louco – mas sim na sua forma incansável de anunciar, levar a todos conhecer Cristo Jesus”, comentou o pároco, Pe. Carlos Panassolo.

“Com certeza temos um grande motivo para celebrar esta missa por esses 60 anos de vida consagrada, sendo que 48 anos aqui nesta paróquia. Infelizmente não podemos ter sua presença como homenageado, mas está em nosso coração. Estamos aqui para agradecer a Deus porque ele é o grande homenageado por dar tanto à esta paróquia e tantas outras pelas mãos do Pe. Francisco. Nós perdemos a memória, mas Deus nunca se esquece”, disse o bispo.

“Somos gratos a Deus por todos os domingos que esperávamos ansiosos para ouvir a homilia do Pe. Francisco, um homem de grandes palavras. Muitas vezes recordamos dele como o homem-construtor, das grandes obras como a nova matriz entre outras. Mas acredito que trazemos no coração muito mais do que as obras de pedra, mas justamente as obras que ele edificou pela sua palavra forte e segura, que nos conduzia ao coração de Deus e nos provocava se estávamos caminhando como Deus espera. Hoje é dia de fazer memória em Cristo Jesus de tantos momentos bons, alguns difíceis, alguns a serem revistos, mas como é bom estarmos aqui e temos muito a agradecer”, concluiu Pe. Carlos.

Sr. Adib Feres Sad, que esteve presente na posse do Pe. Francisco em 1963 e entregou as chaves da paróquia ao então novo pároco, comentou a importância do padre na comunidade. “Com ele, convivei durante as décadas que ele nos brindou com sua devoção a Deus, com seus ensinamentos, com suas atitudes, sua altivez em determinadas circunstâncias, com o brilho do seu caráter e a inquebrantável vontade de conduzir o rebanho de Cristo. A paróquia cresceu não apenas em termos de dedicação à vida, mas também em termos de obras, igrejas, lugares santos e outras coisas mais”, relembrou.

Pelas mãos de três paroquianos, os familiares do Pe. Francisco foram presenteados com uma flor e um quadro com a imagem do nosso padroeiro São Sebastião.

Leia a seguir a mensagem lida pela irmã do Pe. Francisco, Nelly Garcia, na missa.

Já dizia um pensador “A gratidão é a memória do coração”. Hoje, aqui estou eu que, com muita honra recebi deste povo o título de “Cidadã Amparense”, para falar em meu nome, em nome de minha família e, especialmente, em nome de Pe. Chico, que ficou 48 anos à frente desta Paróquia de São Sebastião.

Por motivo de saúde, Pe. Chico não está aqui para receber o carinho dos paroquianos que ele sempre amou. Por isso, carreguei comigo todos os sentimentos de meu querido irmão, para externá-los aos presentes.

Meu primeiro louvor é destinado a Deus, que permitiu que Pe. Chico também aqui cumprisse por longos anos, sob a proteção do padroeiro São Sebastião, a nobre missão a que foi chamado. Em sinal dessa gratidão, ofertamos o Cálice utilizado por Pe. Chico por ocasião de sua Primeira Missa, em 1956, na Catedral do Senhor Bom Jesus em Pouso Alegre, sua cidade natal.

Os sonhos almejados de Pe. Chico foram semeados nesta cidade de Amparo e frutificaram em forma de comunidades fervorosas e dinâmicas, hoje paróquias, e em templos lindos destinados a acolher os fiéis.

O reformador e construtor de Casas de Deus também foi o grande Pastor de Almas. Nas primeiras sextas-feiras, levando comunhão e conforto aos doentes, estava sempre pronto a atender a quem necessitasse de um ouvido atento, uma palavra certa, um ombro amigo ou mesmo uma correção necessária.

Por onde passa um homem de Deus, vicejam obras e novas vocações. Do seu exemplo de trabalho, dedicação e zelo, suscitaram sete vocações sacerdotais, dentre elas a de Pe. Carlos, hoje à frente no comando desta Paróquia, concelebrando com Dom Luiz Gonzaga e demais padres esta Missa de Ação de Graças.

Agradecemos comovidamente estes dois amigos pela delicadeza do gesto. Agradecemos pela calorosa homenagem que este pároco e seus paroquianos prestam ao Pe. Chico que, no alto de seus 85 anos, seria incapaz de conter a emoção perante uma comunidade tão querida nesta cidade em que ele cumpriu a missão que o bom Deus lhe conferiu.

Entre jovens, Pe. Chico incentivou a criação do jornalzinho “A Semente”, que voltou com toda pujança e vontade de veicular as boas notícias da comunidade. Peço ao Pe. Carlos que dê sempre continuidade aos planos que Deus inspirou no coração de Pe. Chico e ajude a frutificar a semente dos sonhos de nosso querido padre.

O homem de coração grato encontra motivo para louvar em toda situação, assim sendo, louvemos a Deus pela existência de Pe. Francisco, pelo Bispo Diocesano Dom Luiz Gonzaga, e pelos sacerdotes que como Pe. Carlos mantêm viva a chama da fé do povo, pelos fiéis, pelo número infinito de amigos, pelos operários que deram corpo aos sonhos com argamassa e tijolos, aos cidadãos de Amparo, ao grande número de colaboradores, aos médicos, que foram amigos presentes quando de seus acidentes traumáticos. Dr. Eduardo Ponciano, Dr. Marco Antônio Bueno, Dr. Elcio Landim, Dr. Marcus Vinicius Gíglio, sendo que nos dois últimos anos que aqui residimos, Pe. Chico ficou sob os cuidados de Dr. Gíglio, que teve para com ele além de sua capacidade profissional e ética, o desvelo de filho e carinho de irmão.

Com o Cálice do Pe. Chico aqui ficam nossa amizade, nossa gratidão e a saudade que teima em aparecer nos intervalos dos felizes encontros. Agradecemos a todos e que Deus, em sua infinita bondade, recompense com generosidade a cada um. Que as bênçãos e alegrias do Natal nos acompanhem em 2017!

Deixe um comentário

*
*

CATEGORIAS

Leia as notícias e artigos por categoria

  diocese     cnbb       vaticano

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO

Matriz Nova e Secretaria

Av. Dr. Coriolano Burgos S/Nº - Amparo, SP
Entrada pelo portão lateral

Contato: (19) 3807.2648 saosebastiaoamparo@bol.com.br

Casa Paroquial

Rua Cacilda Becker, 137 - São Lourenço