SEJA BEM VINDO! 11 de dezembro de 2017 LITURGIA DIÁRIA SIGA-NOS

Pastoral da Sobriedade completa 6 anos

Publicado em 20/09/2017       Nenhum comentário

Os números são preocupantes. Nossa sociedade vive o flagelo das drogas, que assola direta ou indiretamente mais de 100 milhões de brasileiros. Tira-lhe a dignidade, consciência e desestrutura famílias. A Igreja não se omite e com diversos trabalhos busca ser um farol de esperança, levando Jesus Libertador aos irmãos. Em nossa paróquia, a Pastoral da Sobriedade é o trabalho missionário de evangelização que, através de uma pedagogia própria que tem a Boa Nova de Jesus como ferramenta de ação, ajuda dependentes e familiares. No último dia 10 de setembro, aconteceu uma missa em ação de graças pelos seis anos da pastoral, celebrada pelo bispo diocesano, Dom Luiz Gonzaga Fechio, e concelebrada pelos padre Carlos Panassolo e Flávio da Silva.

O trabalho consiste em um ciclo periódico chamado “Os 12 passos da Pastoral da Sobriedade”, um programa de vida nova que apresenta Jesus como o Libertador. São eles: 1- Admitir, 2- Confiar, 3- Entregar, 4- Arrepender-se, 5- Confessar, 6- Renascer, 7- Reparar, 8- Professar a Fé, 9- Orar e Vigiar, 10- Servir, 11- Celebrar e 12- Festejar.

“Agradeço os agentes da pastoral pelo testemunho e perseverança. Reconhecer o nosso erro e tomar coragem para mudar não são coisas simples. Requer uma mão amiga que sempre estará lá para ajudar. Agradeço pela pastoral ser sempre esta mão que está à espera do irmão e demonstrar sua confiança em Deus”, disse o pároco, Pe. Carlos Panassolo.

“Infelizmente, muitos procuram a Pastoral e querem um resultado imediato, como se com um encontro os problemas se resolvessem. Não é assim. A perseverança é essencial neste caminhar, que muitas vezes não é fácil, tem muitas pedras, desilusões. O que a Pastoral busca é ser esse braço amigo que diz: ‘Caminhamos juntos e com Cristo’. O apoio da família é primordial neste processo. Vemos alguns familiares que têm uma postura de ‘o problema não é meu’ ou ‘o dependente que precisa ir na pastoral, eu não’. Sem a família é ainda mais difícil o caminho. Estou na pastoral por causa do meu filho. Ele não frequenta os encontros, mas eu sim porque preciso ser como um farol para ele, para que ele tenha um porto seguro, que eu possa ajudá-lo e também me ajudar. A pastoral tornou-se também a minha família”, testemunha uma participante da pastoral.

“Muitos me dizem que já estou bem e que não preciso mais frequentar os encontros da pastoral. Porém, os encontros da pastoral tornaram-se uma necessidade. A dependência química requer alerta, estar em permanente estado de atenção porque uma crise de abstinência ou qualquer descuido pode nos fazer cair novamente. Rezo e peço a Deus, com a ajuda dos amigos e familiares, que Jesus Libertador sempre me dê força e agradeço:  ‘Sobriedade e Paz, só por hoje, graças a Deus’, conta outro participante.

Os encontros da Pastoral da Sobriedade acontecem todos os sábados, às 15h, na Capela São Francisco, rua Tiê, 43, Jardim das Aves. Todos os interessados em conhecer mais sobre o trabalho pastoral estão convidados.

Deixe um comentário

*
*

CATEGORIAS

Leia as notícias e artigos por categoria

  diocese     cnbb       vaticano

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO

Matriz Nova e Secretaria

Av. Dr. Coriolano Burgos S/Nº - Amparo, SP
Entrada pelo portão lateral

Contato: (19) 3807.2648 saosebastiaoamparo@bol.com.br

Casa Paroquial

Rua Cacilda Becker, 137 - São Lourenço